Educação a distância (EAD) é uma modalidade de ensino, mediada por tecnologias, na qual os alunos e professores estão separados fisicamente. Assim, é possível alcançar um maior número de pessoas, independentemente de sua posição geográfica. Essa metodologia promove a autogestão do aprendizado, o aluno organiza seu horário de estudo como melhor lhe convir, tornando-se um aprendiz autônomo.
Cada vez mais brasileiros aderem à educação a distância por conta da praticidade.  Segundo o Ministério da Educação, em 2010 a modalidade atingiu mais de 180 mil matrículas, que representa a democratização do ensino, pois permite a trabalhadores, que não dispõem de tempo, o acesso à educação.
No ensino tradicional (presencial), o MEC permite que 20% da carga horária do curso seja composta por disciplinas virtuais. Na Fate, trabalhamos com disciplinas semipresenciais, pois os tutores marcam alguns encontros presenciais para aulas e avaliações. É através da avaliação do tutor que os alunos dão um feedback com relação às disciplinas, nos permitindo realizar mudanças e ajustes necessários.
Mas é importante lembrar que a disciplina semipresencial não é sinônimo de facilidade. Na verdade é mais rigorosa, pois o aluno deve entregar as atividades dentro dos prazos propostos pelo tutor. Alguns estudantes até encontram dificuldade para se adaptar, mas no final do curso admitem que foi uma experiência positiva.
A EAD ajuda a formar um profissional responsável, disciplinado, comprometido e proativo. Esse é o perfil que o mercado de trabalho espera. Não há progresso sem mudança. E quem não consegue mudar a si mesmo, acaba por não conseguir mudar coisa alguma. (George Shaw)

Profª Lívia Diógenes

0 comentários: