Faculdade Ateneu lançará graduação em Análise e Desenvolvimento de Sistemas



Uma novidade educacional que será apresentada pela Faculdade Ateneu (FATE) em 2013 é a graduação tecnológica em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. O curso será oferecido na sede São Vicente, no Antônio Bezerra e, na recém-inaugurada e moderna, unidade Lagoa Messejana. Inicialmente, serão ofertadas 200 vagas para cada campus, nos períodos matutino e noturno.
O curso tem duração de dois anos e meio e os alunos terão mais de 2000 horas de aulas para a sua completa capacitação. Outro diferencial apresentado pelo curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas são as certificações intermediárias que legitimam a capacitação do aluno a cada período do curso, através de certificados extras.
A FATE tem uma estrutura formada por seis laboratórios (dois em cada Campus) totalizando mais de 200 computadores de última geração e, além da rede via cabo, a Faculdade possui rede wireless em todas as Unidades. Essa estrutura é administrada por um corpo técnico e acadêmico formado por profissionais altamente capacitados para prestarem o suporte necessário para o aprendizado do aluno.

Atuação e Competências

O Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pode atuar em todos os tipos de empresas e instituições sejam elas públicas, privadas, organizações não governamentais, de quaisquer portes ou ramos de atividades. O analista de sistema formado pela FATE estará capacitado para assessorar e organizar consultorias tecnológicas, além de desenvolver sistemas nos diversos setores da economia, indústria, comércio, prestação de serviços, instituições financeiras, órgãos públicos, e poderá ainda desenvolver o espírito empreendedor na área da informática.
Através da formação em Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Faculdade Ateneu, o profissional estará apto a projetar e implementar sistemas de acordo com as necessidades institucionais e coordenar infraestruturas de tecnologia da informação, elaborando políticas e diretrizes a partir da análise de necessidades. Esse profissional poderá realizar consultorias em Sistemas de Informação, avaliando e selecionando recursos de software e hardware, além de atuar em centros de pesquisa, de ensino ou de desenvolvimento de software, bem como criar o seu próprio negócio em informática a partir da capacitação adquirida.

Mercado de Trabalho

A demanda por este profissional no mercado de trabalho está sempre em alta. Empresas como IBM, HP, TOTVS e Datasul e companhias de telecomunicações e comunicação móvel são algumas das que costumam contratar o profissional. O mercado também é próspero para quem deseja atuar como autônomo, tanto no desenvolvimento de softwares específicos para uma empresa quanto na área de suporte técnico. Apesar de o sudeste concentrar a maior parte das vagas, a região Nordeste, assim com Centro-Oeste e Norte, apresenta boas perspectivas de trabalho em razão da falta de mão de obra especializada na área.
Em Fortaleza, empresas como o SERPRO, DATAPREV, ETICE, COBRA e o Instituto Atlântico são referências, mas de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados, Serviços de Informática e Similares do Estado do Ceará (SINDIPD/CE), existem, somente na capital, cerca de 300 empresas ativas na área de tecnologia. Esse profissional tem perspectiva salarial de quase R$ 6 mil reais. “O mercado é competitivo, porém a necessidade de mão de obra permite que o profissional busque sempre novas oportunidades, no entanto, ele deve estar alerta às inovações constantes da área”, afirma um dos membros administrativos do SINDIPD/CE Marcelo Araújo.



(Fontes: Guia do Estudante e SINDIPD/CE)
Emanuel Santos
Assessoria de Imprensa

0 comentários: