Valores da Faculdade Ateneu

 

O professor da Faculdade Ateneu Gabriel Sampaio Morais foi um dos três vencedores do VIII Encontro Economia do Ceará promovido pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE). A pesquisa do docente garantiu o terceiro lugar de um total de 24 artigos relacionados ao campo econômico cearense. A premiação ocorreu no dia 20 de novembro, na Assembleia Legislativa.



Com outros dois pesquisadores da Universidade Federal do Ceará (UFC), o professor pesquisou sobre os “Gastos Públicos e Crescimento Econômico: Evidências da Economia Cearense”. O trabalho apresentou a relação entre os gastos públicos com o crescimento econômico, trazendo uma revisão da literatura e uma análise da influência de algumas despesas sobre o crescimento econômico nos municípios cearenses. “Ganhar o prêmio é importante porque estimula a continuidade da produção científica, e sinaliza de forma positiva as capacidades e faculdades dos autores no meio acadêmico”, ressaltou o professor.

Gabriel Sampaio Morais leciona nos cursos de Gestão Financeira (Estatística), Logística (Custos Logísticos, Pesquisa Operacional) e Administração (Consultoria Empresarial). “A FATE tem grande importância "Institucional", quando através do Plano de Qualificação Docente apoia a inserção do profissional em eventos científicos. Investir no desenvolvimento profissional e acadêmico tanto do corpo docente, como do corpo discente, resulta em um ensino de excelência, bem como a formação de profissionais qualificados”, destacou Gabriel.

Veja o resumo da pesquisa do professor

O artigo tem o intuito de explanar a relação entre os gastos públicos com o crescimento econômico, trazendo uma revisão da literatura e uma análise da influência de algumas despesas sobre o crescimento econômico nos municípios cearenses. As despesas são as com: saúde e saneamento; urbanismo e habitação; custeio de pessoal e legislativo. O capital físico e humano dos municípios cearenses são incorporados à análise. Para essa análise, utiliza-se uma amostra de 122 dos 184 municípios cearenses no período de 2002 a 2009, em uma abordagem dinâmica de acordo com Arellano e Bond (1991). E como modelo teórico, adotou-se uma extensão da função de produção de Barro (1990) cujo objetivo é justamente tentar encontrar para os municípios cearenses, quais tipos de gastos estariam influenciando seu crescimento econômico. Conclui-se que os incrementos em capital físico e capital humano têm contribuído para elevar o crescimento nos municípios cearenses. Ressalte-se que o impacto do capital humano é maior do que o obtido via crescimento do capital físico. Desta forma, políticas públicas direcionadas ao aumento da educação apresentam maiores impactos no aumento do produto do que aquelas que influenciam apenas o crescimento do produto com elevação do capital físico. Os gastos com saúde, saneamento e legislativos não apresentam relação com o produto. Já as despesas com urbanismo e habitação, e custeio com pessoal apresentaram impacto positivo sobre o PIB per capita.

Emanuel Santos
Assessoria de Imprensa



0 comentários: