Alunos de seis cursos apresentam mais de 70 pesquisas em Messejana

O campus Messejana teve uma movimentação intensa nos dias 17, 18 e 20 de junho, por conta da apresentação dos Projetos Interdisciplinares dos cursos de Turismo, Secretariado, Processos Gerenciais, Recursos Humanos, Logística e Gestão Financeira. No total, mais de 70 pesquisas abordaram as nuances do mercado trabalho e os enfrentamentos para se conseguir uma carreira de sucesso. “Para Recursos Humanos e Gestão Financeira, oito professores se dedicaram para avaliar os trabalhos que têm 60% fruto de estudos de caso e os demais de revisões bibliográficas” explicou o coordenador das duas graduações Marcos Aurélio.

Para a aluna Juliana Silva, nem mesmo as limitações impostas pelo uso de uma cadeira de rodas, impediram que ela e sua equipe pesquisassem sobre a importância da implantação da política de cargos e salários numa empresa. “Essa iniciativa define funções e cargos, gera um melhor clima organizacional, uma vez que o funcionário se motiva e se sente importante para empresa” observou a estudante. Porém, ela também frisou que essa implantação não tem um tempo determinado para se efetivar e que muitas vezes gera um choque de adequação. “Apesar das vantagens, é um processo muitas vezes longo e de difícil adaptação das empresas” concluiu.
Turismo e Secretariado
De acordo com a coordenadora dos cursos de Turismo e Secretaria, a professora Tereza Neuma Martins, vinte pesquisas foram apresentadas por estudantes dos 1º, 2º e 3º semestres. Para ela, os Projetos Interdisciplinares sempre trazem surpresas agradáveis. “Nós nos surpreendemos com os trabalhos que os alunos conseguem produzir pela qualidade, interesse e relação que as pesquisas têm com o mercado de trabalho, ou seja, mostra uma coerência com o conteúdo estudado em sala de aula”.
Gestão Financeira
Os alunos do curso de Gestão Financeira levaram mais de vinte banners para esta edição dos Projetos Interdisciplinares. Segundo o coordenador do curso, o professor Ismael Brasileiro, apesar dos cursos serem de origem tecnológica, há um envolvimento muito grande dos alunos. “Eles cursam formações diretamente ligadas com o mercado de trabalho, porém eles se envolvem com a questão acadêmica e acabam produzindo trabalhos muito interessantes” observou.
Para a aluna Dulcinéia Tertulino essa é uma oportunidade de ingressar na área acadêmica independente da formação tecnológica. “Eu não estudava havia quase 10 anos, mas nos dedicamos para fazer trabalhos cada vez melhores e o fato de ter que apresentar para os demais alunos, gera em nós a capacidade de segurança, que certamente, fará diferença no mercado de trabalho. A dedicação dos professores da Ateneu também deve ser observada” ressaltou a aluna do primeiro semestre de RH.
Assessoria de Imprensa
Emanuel Santos

0 comentários: