A autoavaliação é apenas o ponto de partida

É ela que nos ajudar a evitar os obstáculos, dar os passos certos, evitar excessos e, mesmo nos piores momentos, ajudará manter a mente concentrada naquilo que mais desejamos conquistar.

Muitas vezes em nossa jornada para o sucesso, fazemos os planos e achamos estar prontos para começar a jornada. Muitos ficam ansiosos para iniciar a caminhada, e partem sem os devidos cuidados. Para garantir uma trajetória de sucesso é preciso primeiro exercitar cuidadosamente a autoavaliação. 


É ela que nos ajudar a evitar os obstáculos, dar os passos certos, evitar excessos e, mesmo nos piores momentos, ajudará manter a mente concentrada naquilo que mais desejamos conquistar. A autoavaliação precisa ser exercitada regularmente e não apenas em uma única fase da jornada.



Muita gente inicia um plano para conquistar um sonho, exercita com maestria a autoavaliação no início do projeto, e em seguida esquece ou abandona tal recurso. Daí acaba perdendo tempo, exaurindo as energias e deixando de conquistar o que mais deseja, mesmo estando bem próximo da conquista. É o que muitos chamam de “morrer na praia”



É preciso ainda estar consciente de que a autoconfiança nem sempre é o bastante para levar a pessoa a sonhada conquista. Ouvir quem está próximo, é sempre um diferencial que o vencedor não pode prescindir. Até porque, é pouco provável que sozinho alguém alcance o sonhado sucesso. Analise a vida dos vencedores e descobrirá que eles contaram com ajuda de outras pessoas, antes de triunfar.



Então, solicitar os amigos e colegas que avalie o seu comportamento, pode ser o limite entre o fracasso e sucesso. Logo, ao ouvir os amigos, procure saber: estou no caminho certo? O que devo fazer para não perder o foco? Onde preciso dedicar mais tempo e energia? Como agir para tornar a caminhada mais fácil e produtiva?



As respostas de seus amigos e colegas, não apenas ajudarão a corrigir as rotas, como também proporcionarão a confiança necessária ao sucesso. Daí quando a autoavaliação, e as considerações de quem estiver próximo, forem favoráveis, sentimo-nos mais confiantes e em condições ideais para triunfar.



Quando faltar poucos degraus para você alcançar o topo, estará diante de uma importante oportunidade de realizar mais uma autoavaliação. Será o momento de reavaliar desempenho e ajustar os passos da chegada. Lembre-se de que os últimos degraus costumam ser os mais desafiadores, pois você estará exausto física e emocionalmente e nem todos estarão torcendo pelo seu sucesso.
Logo, converse com quem já venceu e solicite ajuda para preparar uma lista de pontos a serem checados. Adicione a ela as seguintes indagações: o que eu poderia ter feito melhor nesta primeira fase? Quais foram os meus pontos fortes? Quais foram as minhas fraquezas e como posso fortalece-las? Que iniciativas posso tomar para otimizar a minha jornada na reta final?
Daí, aconteça o que acontecer, mantenha em mente que "Não há derrota que derrote quem nasceu para vencer".



Pense nisso e ótima semana,

fonte: administradores.com.br

0 comentários: