Direção Geral traz doutor em Administração Educativa para falar sobre gestão educacional e o perfil do professor do futuro

Nos dias 18 e 19 de outubro, a Direção Geral da Faculdade Ateneu promoveu para coordenadores de cursos e professores duas palestras com os temas: “Gestão Educacional” e “O perfil do professor do futuro”. Os encontros foram conduzidos pelo professor Valdir Godoy, que é doutor em Administração Educativa e com especialização em Organização e Gestão de IES e MBA em Gestão Empresarial e Negócios.

O primeiro momento da atividade realizado no dia 18 foi voltado para os coordenadores onde, de acordo com o coordenador pedagógico prof. Gil Camelo, o futuro pedagógico das instituições de ensino superior foi debatido e traçado pelo palestrante. Valdir Godoy iniciou sua fala indagando aos presentes sobre as dificuldades em ser coordenador. Para ele, tudo é uma questão de planejamento e participação ativa, visto que o processo de crescimento da FATE é visível. “Precisa-se manter a qualidade do ensino, a praticidade do conceito acadêmico e institucional. Essas dinâmicas somente serão possíveis com o envolvimento claro e direto, ou seja, cada fazendo a sua parte dentro do universo que compõe uma IES”.
Ele também destacou que os próximos dez anos serão cruciais para definição de quem permanece no mercado. “Ano que vem será uma década, acredito que a faculdade tenha definido conceitos, posturas e cultura organizacional, esse fatores são possíveis quando priorizam a comunicação e dão clareza na definição dos projetos ressaltou o professor.
No segundo momento, o doutor Valdir Godoy destacou a figura do professor, através da palestra “O professor do futuro”. Dentro de sua fala, Godoy enfatizou a presença da tecnologia, além de uma tríade que, segundo ele, é fundamental para sucesso profissional do docente. “Não é a tecnologia que deve ser trazida para escola, é a educação que deve ser levada à sociedade, através da tecnologia. O tripé formado por conhecimento, habilidade e atitude deve estar presente em qualquer ação de docência” afirmou a convidado.
Para ele, o professor deve ser um instrumento motivador para seus alunos. “O docente tem que oportunizar situações que aluno transcenda a sala de aula, bem como deixar o aluno ser protagonista do processo de ensino. Para isso, é necessário a organização, participação e envolvimento do professor com a missão da empresa” explicou o palestrante.
Para a coordenadora do curso de Enfermagem, Lorena Picanço, os dois momentos despertaram questões acadêmicas relevantes onde o coordenador de curso e o professor devem estar inseridos cotidianamente motivando e estimulando os alunos a serem protagonistas do curso. “A motivação ocorre quando se oportuniza aos acadêmicos projetos de pesquisas e extensões que trabalhem questões pessoais e profissionais onde os conteúdos vistos em sala de aula possam ser refletidos nessas práticas”.
O coordenador pedagógico, prof. Gil Camelo, classificou o evento como oportunidade de qualificação. “O professor é um profissional que precisa estar se renovando para se garantir no processo de ensino e aprendizagem, por isso essas palestras serviram para que reflitamos sobre a nossa prática docente” concluiu.

Assessoria de Imprensa

0 comentários: