Evento reúne professores, alunos e profissionais acerca dos estudos sobre Logística

O curso de Logística realizou nos dias 7 e 8 de novembro, na sede Messejana, a segunda edição do Logística em Ação. O evento trouxe para o ambiente acadêmico as práticas e experiências adotadas pelo mercado, a fim de relacionar os referenciais teóricos estudados pelo projeto pedagógico do curso.

O coordenador do curso, professor Diego Lima, fez a abertura oficial e destacou o empenho coletivo para realização do evento. “O Logística em Ação superou as expectativas desde a criação da comissão e a organização do espaço. Estou feliz em trazer para este público tão participativo e exigente o evento desde porte. Agradeço, ainda, aos alunos, professores e colaboradores que deram a sua contribuição para a efetivação do evento” ressaltou Diego.
A organização
O evento promovido pelo curso de Logística fez jus ao nome, pois desde a preparação, os organizadores tiveram cuidado com os mínimos detalhes. “Queríamos passar a identidade do curso através deste evento, por isso tivemos uma equipe no credenciamento, outra na recepção e outra no cerimonial. Gostei da participação dos colegas e foi um prazer realizá-lo” disse o estudante do quinto semestre, Renato Mendes.
A atividade ainda estimulou o lado social, pois durante o credenciamento o participante doava dois quilos de alimentos não perecíveis. “A sensibilização dos colegas faz a gente arrecadar 360 quilos de alimentos variados que, posteriormente, serão repassados para instituições beneficentes” afirmou Renato.
As palestras
Com temas atuais e voltados para gerar discussões sobre os reptos e as conjunturas que a profissão apresenta, as palestras trouxeram estudiosos e experts da área. No primeiro dia, o professor João Batista Ximenes apresentou um estudo sobre os desafios e as oportunidades do Complexo Industrial e Portuário do Pecém. Para ele, o CIPP deverá ser um dos portos mais importantes do país nos próximos anos. “Temos a posição geográfica mais estratégica do Brasil e apesar de hoje, termos muitos desafios, as oportunidades são muito grandes. São investimentos da ordem de mais de 17 bilhões entre refinaria e siderúrgica que gerarão mais de 20 mil empregos” disse o professor que é mestre em Administração e tem 36 anos de experiência na área de Logística.
Ainda no primeiro dia, Gilvan Serafim trouxe uma apresentação que envolveu motivação, trabalho e fé. Para o estudioso, esse tripé tornará profissional mais completo para enfrentar o mercado atual. “O cenário aponta uma necessidade de profissionais qualificados e para isso existem instituições como a FATE que gera conhecimento, porém a pessoa deve estar motivada e, tudo isso, é possível se você tiver fé de que os seus objetivos serão alcançados” observou o palestrante.
O segundo dia de evento destacou dois docentes da casa. No primeiro momento, o professor Leo Anderson Silvestrer falou sobre “Planejamento de Estoques”. Na oportunidade, a definição, os objetivos e a utilização dos estoques como zona de conforto foram abordados pelo docente. “As etapas de planejamento, controle e retroalimentação são importantes para a boa gestão do estoque. É importante lembrar que estes conceitos são fruto de estudos acadêmicos e, principalmente, de vivência prática” disse o professor mestre em Logística.
Para encerrar as atividades, o professor José Ari Filho prendeu a atenção dos presentes falando da “Infraestrutura logística – desafios e oportunidades para o Brasil”. Segundo José Ari o cenário econômico para sobrevivência das empresas brasileiras depende de investimentos que, de acordo com o professor, tiveram um longo período de ostracismo. “É visível a necessidade da profissionalização da logística brasileira e na Faculdade Ateneu, o profissional tem a oportunidade de vivenciar esse universo de maneira teórica e prática por meio de eventos como este” observou o mestre em Logística.
Para a estudante Erineide do Amaral, o evento superou expectativas e chamou atenção pela organização. “Muito bom o Logística em Ação que trouxe de maneira organizada, informações claras sobre a profissão e necessárias à minha formação” concluiu.

Assessoria de Imprensa

0 comentários: