Projetos Interdisciplinares de Marketing avaliam serviços prestados pela Faculdade

A última edição dos Projetos Interdisciplinares do curso de Marketing apresentou uma média de 20 trabalhos nos dias 4 e 5 de junho. Além das tradicionais pesquisas nas quais os estudantes mostram as vivências do mercado de trabalho, os alunos pesquisadores trouxeram análises sobre a Faculdade Ateneu.

Dentre as áreas analisadas destaque para a biblioteca, estacionamento, cantina e os eventos da Instituição. Para o primeiro quesito, os alunos realizaram o estudo por meio da conhecida Análise Swot e identificaram as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Sobre as forças, a pesquisa apontou o acesso online, os equipamentos antifurtos, ambiente climatizado e disponibilidade de rede Wifi. Dentre as fraquezas os alunos destacaram a falta de um bebedouro no ambiente interno do departamento, o isolamento acústico das salas de estudo em grupo e sinalização. Para as oportunidades, a análise apontou incentivo a novos leitores, fidelização, elevação do conhecimento dos alunos e a chance de aquisição de novos livros. Sobre as ameaças, os pesquisadores descobriram que a partir das fraquezas, elas podem gerar evasão e insatisfação dos discentes.
O estacionamento foi um item muito bem avaliado sob o ponto de vista dos usuários. Para 80% deles, o local que comporta 250 carros e 60 motos atende de maneira excelente e boa as expectativas. “As únicas objeções foram em relação à limpeza e segurança” explicou o estudante Walace Batista. O trabalho também sugeriu modificações para que no futuro, o local sirva para outras atividades acadêmicas e comerciais.
Sobre a cantina, que tem a organização de uma empresa privada, os alunos identificaram que para 30% deles a falta de variedade, seguida do ambiente e localização com 25% são as principais queixas, contudo apenas 5% fizeram observações quanto à higienização.
Acerca dos eventos promovidos pela Faculdade, a Feira de Marketing e a última Colação de Grau foram avaliadas de forma positiva. Para 51% a estrutura da Formatura, ocorrida no Ginásio Paulo Sarasate, foi considera muito boa, seguida de 42% que classificaram a organização como regular. Sobre a Feira, o som, a estrutura e a organização dos stands tiveram avaliação boa para 39%, 26% e 24% respectivamente.
Para coordenadora do curso, Michele Aragão, essas pesquisas saíram do “lugar-comum” para avaliar o ambiente onde eles passam boa parte do tempo, além de que esses dados devem servir para instituição, por meio da Comissão Própria de Avaliação (CPA) que é o instrumento instituído pelo MEC para avaliar as IES.
O diretor de Relações Institucionais, prof. Dr. Claudio Rabelo Bastos, ressalta que este tipo de avaliação permite melhoria nos serviços. “Uma autocrítica, por meio deste tipo de instrumento nos permite direcionar melhor nossos esforços para melhorar constantemente o trabalho. Parabenizo ainda os acadêmicos e a profª. Michelle Aragão pela pesquisa” destacou.
Assessoria de Imprensa
Emanuel Santos

0 comentários: