A estratégia para empregos: o que NÃO fazer em uma entrevista.

Em todo processo seletivo, todos os detalhes de um candidato são avaliados: desde o conteúdo do seu currículo até a sua postura corporal durante a entrevista de emprego.


Por isso, é importante estar sempre atento para evitar gafes que possam comprometer as suas chances de ocupar uma vaga. Venha conferir os erros mais comuns cometidos em um processo seletivo para não os repetir na sua entrevista!

Errar no português

Errar no português é uma gafe que leva os candidatos a perderem muitos pontos em um processo seletivo. Dominar a sua língua é requisito básico para quem quer ter qualquer emprego sério e, por isso, é importante ter muita atenção na hora de se expressar e, principalmente, na hora de fazer o seu currículo!

 
Não se preparar

Chegar para uma entrevista de emprego sem saber nada sobre a empresa em que pretende trabalhar é um erro frequente, que demonstra, inclusive, certo desinteresse pela vaga concorrida. É sempre importante se preparar para o processo seletivo, reunindo informações sobre a empresa e sua atuação no mercado. Desse modo, você conseguirá expor mais facilmente de que forma pode contribuir com o crescimento da empresa — ganhando mais pontos por isso!

 
Ser antiético

Falar mal dos chefes e dos empregos anteriores são gafes comuns em um processo seletivo e devem ser evitadas, pois demonstram uma falta de ética da sua parte. Se o entrevistador percebe que você se refere de maneira negativa às suas experiências anteriores, pode ter a impressão de que é uma pessoa que guarda rancor e não tenta aprender com os obstáculos encontrados.

Chegar atrasado

Em uma entrevista de emprego, a pontualidade é muito valorizada. Chegar atrasado mostra desinteresse e descompromisso, e pode até mesmo indicar uma falta de capacidade de planejamento — se você foi incapaz de organizar seu próprio horário, quem dirá que será apto a assumir as responsabilidades de um determinado cargo?

 
Mentir

A mentira pode até enganar o entrevistador em um primeiro momento, mas na primeira oportunidade em que seus conhecimentos forem testados, tudo pode ir por água abaixo. Se você não tem tanta experiência ou conhecimentos específicos, não minta! O entrevistador prefere quem demonstra interesse em aprender do que perceber que as informações sendo repassadas não refletem a realidade sobre as suas capacidades.

 
Não ter fluência verbal

Não conseguir se expressar bem é um fator decisivo para eliminar um candidato de uma entrevista de emprego. Por isso, é importante não usar gírias e linguagem muito informal — muito menos palavrões! Procure ser direto e objetivo na hora de responder às perguntas, fale com calma e demonstre ter um amplo vocabulário: isso vai demonstrar que você sabe se comunicar bem e está apto a assumir a posição.

 
Vestimenta inadequada

Aparecer para uma entrevista de emprego com roupas muito justas e decotadas, ou até mesmo informais demais pode comprometer toda a sua credibilidade antes mesmo do início da conversa! Por isso, é importante conhecer a cultura da empresa e se vestir de acordo com ela. Se o ambiente for mais formal, aposte em roupas mais sofisticadas; se for informal, não abuse: busque trajes mais sociais, com cores neutras, que a chance de errar é menor.
 Postura corporal fraca

A postura corporal é uma parte importantíssima da nossa comunicação e complementa o que queremos dizer com as palavras. Por isso, um candidato que se porta de maneira desleixada, sem olhar para o entrevistador e falando baixo, por exemplo, perde muitos pontos em um processo seletivo. É importante manter uma postura ereta, com uma boa energia e, principalmente, fazer contato visual com o entrevistador, o que demonstra interesse pela vaga.

Evitando esses erros, as suas chances de ser bem-sucedido em uma entrevista de emprego vão aumentar consideravelmente. Ainda que seu currículo não seja tão atrativo, demonstrar interesse e postura adequada podem fazer você sair na frente nas oportunidades do mercado!



0 comentários: