Dois cursos técnicos com alta empregabilidade: Administração e Edificações.

O Brasil da segunda década do Século XXI apresenta um mercado de trabalho carente de profissionais qualificados para se desempenhar, no curto prazo, nas grandes obras de infraestrutura e reformas previstas pelas edições do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), desenvolvido pelo Governo Federal em parceria com governos estaduais, municipais e empresas privadas, assim como entidades do terceiro setor.


Obras hídricas que atravessam regiões inteiras; construções de portos e reformas nos aeroportos; rodovias internacionais e até estruturas para disputar os jogos olímpicos de 2016; são empreendimentos que necessitam especialistas tecnicamente formados para contribuir com o planejamento, execução, gestão geral e monitoramento dos projetos. E a carência de profissionais é notável, o que inclusive impacta, atrasando ainda mais a entrega das obras.

Nesse contexto, dois cursos de formação técnica se destacam como formadores rápidos e eficientes de experto e peritos que o mercado de trabalho emprega sem demoras: os cursos técnicos de Administração e de Edificações.

O curso Técnico em Administração tem suas ações direcionadas para a compreensão das tecnologias associadas aos instrumentos, técnicas e estratégias utilizadas na busca da qualidade, produtividade e competitividade das organizações, planejamento, avaliação e gerenciamento de pessoas e processos referentes à gestão, negócios e serviços presentes em organizações do terceiro setor, públicas e privadas.

Já a formação técnica em Edificações qualifica profissionais com capacidade de prestar suporte técnico ao desenvolvimento das atividades do setor de construção civil, tais como elaborar estudos e projetos técnicos de edificações, arquitetura, fundação, estruturas, instalações hidro-sanitárias e elétricas. Além disso, pretende-se formar profissionais fundamentados em uma sólida base humanista, científica e tecnológica capazes de uma atuação profissional com responsabilidade social, técnica e ética; o que as grandes obras do Brasil de hoje precisa.
O casamento das capacidades dos técnicos administradores com a dos construtores pode providenciar a capacidade e efetividade de trabalho que o país, em pleno processo de renovação estrutural, demanda. Conheça mais sobre os cursos técnicos, qualifique-se e ganhe destaque no mercado de trabalho.


0 comentários: